quarta-feira, 14 de julho de 2010

Eu tive que voltar...


"Um grão de areia entra na concha da ostra, se enfia debaixo de sua pele, e ali irrita, machuca. Então a ostra secreta alguma coisa, espreme alguma essência do seu próprio ser e cobre com isso o grão invasor, só para deter a dor. Prepara camada após camada dessa substância mística, até o grão de areia e a dor que provocava antes não serem mais que uma lembrança."

Matt Scudder, de Lawrence Block

A pérola é um dos adornos mais bonitos usados em jóias. E também é algo bem delicado. Ouvi uma história que pérolas, após serem colocadas em anéis, brincos e colares, precisam ser constatemente usadas. Senão elas ficam escurecidas e perdem seu brilho característico e assim elas morrem. Pois é, após saírem das ostras elas ainda estão vivas e contato com a pele humana as mantém vivas.

Um comentário:

Gislãne disse...

Amei o fragmento postado!!
Quanto ao contato humano: não são somente as perolas que precisam dele!!!
:)